Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Mundo Das Crianças

Pequeno Blog de Apoio Escolar,E também De Alguma Diversão

O Mundo Das Crianças

Pequeno Blog de Apoio Escolar,E também De Alguma Diversão

Qua | 11.12.13

Ditongo, Tritongo e Hiato

Lara Marques



Circule de amarelo os encontros vocálicos das palavras abaixo:

NÃO ESQUEÇA QUE ENCONTRO VOCÁLICO É O QUANDO AS VOGAIS A, E I, O, e U ESTÃO DE “MÃOS DADAS”, OU SEJA, LADO A LADO.

AZEITE
BOMBEIRO
TROFÉU
PAPAI
VETERINARIO
VASSOURA
JAULA
CRÂNIO
LEITE
MEMÓRIA
MAU
SÉRIE
RELÓGIO
PRÊMIO
ÁGUA
CAIXA
ROUPA
TESOURA
CANOA
BESOURO
COELHO
COROA
CADEIRA
BAÚ
CHUVEIRO
PIANO
LEÃO
LUA
SABÃO
SAUDADE
OPERAÇÃO
CAIXOTE
DINHEIRO
MÃE
CHÃO
Ter | 10.12.13

Onomatopeias

Lara Marques

 

Avançamos na disciplina de Português e aprendemos as Onomatopeias.

Aqui ficam alguns exemplos:

Ai! – dor ou grito emoção


Ai, ai... – lamentação

Ah! – grito

Ah ah ah! – riso

Argh! – som de nojo ou repulsa.

Âo! – latido

Ão ão! – Cão grande ladrando

Atchim! – espirro

Au Au! – Cão pequeno ladrando

Áuuuuu - uivar do lobo

Bip! - Som de máquina, robot

Buáá! – choro

Bumba – imitação de pancada sem estrondo

Clap! – palmas

Cááá cárá cá – cacarejar da galinha

Cábuuum – detonar da bomba

Cá pum – efeito de algo ou pessoa a cair

Chuác - Beijo

Crrác crrác ! - vozear da gralha e do papagaio.

crás! – batida de objectos metálicos

Cri Cri Cri ! – grilar do grilo

Có coró cóóó – cantar ou cocorocó do galo.

Crrrr – Rangido


 

Seg | 09.12.13

Os múltiplos e os submúltiplos do metro

Lara Marques

 

Hoje deixo-vos com mais algumas curiosidades sobre o metro, que como já sabem é a unidade principal  das medidas de comprimento.

A palavra metro tem origem no grego métron, que significa "o que mede".
Após definir a unidade principal de comprimento, perceberam que existem situações em que essa unidade deixa de ser prática.

Se queremos medir grandes extensões ela é muito "pequena".
 Por outro lado, se queremos medir pequenas extensões, a unidade metro é muito "grande". Dessa forma, além da unidade padrão, o metro tem seus múltiplos e submúltiplos, como mostra a tabela abaixo:

 Deixo-vos com duas sugestões divertidas para praticarem estes conteúdos. Os jogos estão em espanhol, mas as medidas são universais, por isso estou segura que compreenderão.

Para praticares os múltiplos  clica aqui
Para praticares os submúltiplos  clica aqui

 

 

 

Sex | 06.12.13

Existe idade certa para alfabetizar?

Lara Marques

 

Qual a idade ideal para uma criança ser alfabetizada? Existe idade certa? Perguntas assim fazem parte das dúvidas dos pais, na maioria das vezes, logo que a criança completa de três a quatro anos. Tenho recebido vários e-mails de pais sobre este assunto, por isso resolvi escrever. Percebo muitas vezes uma ansiedade e angústia por parte dos pais no encaminhamento de seus filhos à escola, mais precisamente ao processo de alfabetização.

Mas será mesmo que o começo desta experiência está nas mãos do adulto?
Acredito que não há a idade certa para a alfabetização, o que existe é o momento certo.
O caminho da alfabetização começa desde pequeno, antes dos seis anos, as atividades de “pré-alfabetização” são importantes para que este processo ocorra tranqüilamente, mas isso não quer dizer que deva preparar as crianças para a alfabetização com atividades prontas e sim estimular o contato com nomes, placas, jornais, revistas, livros e tudo o que tiver letras. Dar oportunidades para interagir com o mundo letrado. Assim é própria criança que vai dizer qual é o melhor momento certo para ela aprender a ler e a escrever, quando ela nos procura, nos faz perguntas, mostra-se ávida por saber e descobrir coisas novas.

As crianças antes dos seis anos, principalmente, precisam de muito estímulo, afetividade e integração, além do conteúdo. Também nesta idade as brincadeiras em grupo e vivências auxiliam as crianças no seu desenvolvimento global, tanto no aspecto emocional, cognitivo e social. O espaço físico para as brincadeiras também é algo importante do pai analisar na hora de escolher a escola. É essencial, principalmente entre dois e três anos, a criança ter espaço para desenvolver o lúdico, mais do que atividade em sala de aula.

Cada criança é única, assim como algumas aprendem a andar cedo, outras começam a falar cedo. Também na alfabetização, umas aprendem com quatro anos, outras com cinco ou até sete anos. Há crianças que aprendem com mais de oito anos. Isso não quer dizer que uma é melhor que a outra, ou que estas últimas apresentam problemas por terem mais idade.
O importante é respeitar o desenvolvimento e o ritmo da criança, seja qual for a idade dela.
Fonte texto:http://diariodaprofaglauce.blogspot.pt