O Mundo Das Crianças

pesquisar

 
Links Patrocinados
Sexta-feira, 28 / 06 / 13

O Camaleão

 

O camaleão é um tipo exótico de lagarto. A pele do bicho é dura e toda enrugada. A cabeça dele é fininha e chata, parece uma folha. Ele tem as costas serrilhadas, com uma linha de espinhos que acompanha a coluna vertebral até o rabo. Sua cauda é comprida e pode ser enrolada para se pendurar nos galhos das árvores. Além disso, os camaleões têm uma boca reta, que faz com que eles tenham cara de bravo.

Mas o mais incrível sobre esses répteis é que eles mudam de cor. De acordo com o lugar em que estão, eles adquirem uma tonalidade diferente. Se é uma floresta, no meio das árvores, eles se tornam esverdeados. Se eles param para descansar em uma rocha, ficam com a mesma cor da pedra. Os camaleões passam por essa variedade cromática (de cor) para se proteger dos predadores (os bichos que gostam de almoçar camaleões).

Mas quando é a vez de ele ir em busca de alimento, o camaleão não deixa por menos. Ele é chegado em comer insetos e, para acompanhar o vôo dos bichinhos, os olhos do camaleão são capazes de mexer um para cada lado. A língua desse animal é uma excelente arma para caçar mosquitos e gafanhotos. É uma linguona comprida e gosmenta, que ele lança para fora da boca para capturar os insetos em pleno vôo.

No Brasil existe uma espécie de camaleão chamada iguana. O nome científico do bicho é Iguana iguana. Tem gente que tem iguana em casa como um animal doméstico, como se fosse um cachorro ou um gato. Os camaleões moram normalmente na África e no sudoeste da Ásia. O nome "camaleão" vem da palavra grega chamailéon, que quer dizer "leão rasteiro".

tags:
publicado por Lara Marques às 10:00
Quinta-feira, 27 / 06 / 13

Boto Cor-De-Rosa

 

Ao cair da noite na Amazônia, o boto cor-de-rosa deixa os rios e transforma-se em um lindo e sedutor rapaz, que sai em busca de uma garota para namorar. Além de galante e sedutor, o boto dança como ninguém e enfeitiça as meninas indefesas. De madrugada, o namorador volta para o rio, onde se transforma de novo em boto. Essa é uma lenda contada na floresta amazônica para explicar por que tantas meninas têm filhos sem pai: são todos filhos do boto.

Os botos são golfinhos de água doce. Mas apesar de serem parecidos, golfinhos e botos não são iguais. Os golfinhos são acinzentados. Já os botos podem ser pretos, acinzentados ou meio avermelhados, como o boto cor-de-rosa. O bico do boto é mais comprido e possui pêlos na parte de cima.

A principal diferença entre eles é que os golfinhos vivem no mar e os botos, em rios. O boto cor-de-rosa, de nome científico Inia geoffrensis, aparece nos rios da América do Sul, principalmente na Amazônia brasileira e na bacia do rio Orenoco na Venezuela.

Se algum dia você for passear em um rio da Amazônia e ouvir uns gritinhos, preste atenção. Pode ter um boto cor-de-rosa tentando lhe falar alguma coisa...

tags:
publicado por Lara Marques às 10:00
Quarta-feira, 26 / 06 / 13

Tucano

 

Eles têm olhos azuis, com pupilas negras, e um bico comprido, amarelo e preto. O pescoço normalmente é branco. Os tucanos são aves coloridas e belas. São aves de pose também: têm o peito sempre estufado e um olhar distante. As penas do corpo podem ser de várias cores, dependendo da espécie do tucano e da região em que eles vivem: podem ser penas vermelhas, verdes, azuis e amarelas, sempre misturadas com as penas pretas.

Os tucanos vivem em bandos nas matas brasileiras. Eles são muito comuns na Amazônia e no Pantanal. Algumas espécies aparecem também nas regiões da Mata Atlântica, mais perto do litoral.

Os tucanos não são muito bons de vôo. De galho em galho, eles vão aos pulinhos. Cruzam o ar apenas quando precisam mudar de árvore. A maioria deles é vegetariana, alimenta-se de frutas e sementes. Algumas espécies, porém, também comem pequenos animais, como pássaros e ratos.

Os tucanos fazem ninhos nos ocos das árvores e as fêmeas botam de dois a quatro ovos por vez. Durante 18 dias elas chocam os ovinhos no ninho. Os filhotinhos de tucano nascem sem penas e ficam por um bom tempo no ninho: por 40 dias eles são alimentados pela mamãe tucano.

Existem muitas espécies de tucanos no Brasil. As mais comuns são o tucano-toco (Ramphastos toco), que vive cerca de 15 anos, o tucano-grande de papo branco (Ramphastos tucanus) e o tucano-de-bico-verde (Ramphastos dicolorus), que vive até 40 anos e habita a Mata Atlântica.

tags:
publicado por Lara Marques às 10:00
Terça-feira, 25 / 06 / 13

TAMANDUÁ-BANDEIRA

Ele é um mamífero quadrúpede assim como a vaca, o cavalo ou o cachorro. Mas nenhum bicho desse mundo pode ser confundido com um tamanduá: o bico fino e comprido, o corpo peludo e magro e o rabo que parece um espanador de pó fazem do tamanduá um bicho muito diferente.

Mais impressionantes são os hábitos alimentares desse bicho: o tamanduá é um aspirador de formigas. Como não é preciso muito esforço para comer formigas (e também cupins, que eles adoram), os tamanduás são banguelas, não têm nenhum dente na boca comprida e fina. E olhe que não ter dentes é coisa rara entre os mamíferos! Eles quase sempre possuem mandíbulas com duas fileiras de dentes. Para aprisionar os insetos, o tamanduá usa a sua língua fina, comprida e gosmenta.

Trabalho mesmo o tamanduá tem para abrir o formigeiro e o cupinzeiro. Para isso ele usa as garras das patas dianteiras, que normalmente têm três dedos. O esforço vale a pena: eles chegam a comer até 30 mil formigas por dia!

Um tamanduá normalmente mede 1,20 metro de comprimento. A longa cauda pode ter quase o mesmo tamanho do corpo: de 60 a 90 centímetros. Eles vivem nas florestas e no cerrado de toda a América do Sul e são muito comuns no Brasil (tamanduá-açu, tamanduá-grande, tamanduá-cavalo, jurumim, tamanduá-mirim, tamanduá-de-colete, papa-formiga).

Dentre todas as espécies de tamanduás do Brasil, existe uma que está em extinção: o Myrmecophaga tridactyla ou tamanduá-bandeira. As fêmeas desse tamanduá têm um filhotinho por vez, quase sempre na primavera. Por ser muito pequeno e frágil, o filhote é carregado nas costas da mãe até cerca de um ano de idade. Depois eles crescem, viram exterminadores de formigas e cupins e podem viver por até 25 anos.

tags:
publicado por Lara Marques às 10:00
Segunda-feira, 24 / 06 / 13

Planeta Terra ou Planeta Água

 

Se pudéssemos olhar a Terra de cima, veríamos uma grande esfera azul: é porque o mar toma conta de quase todo o planeta.

Os oceanos compõem cerca de 70% da superfície da Terra, e os continentes ocupam o restante. Ou seja: quase 2/3 do planeta são cobertos de água.

Mas a maior parte desse montão de água é imprópria para consumo. Do total, 97% é água do mar, muito salgada para beber e para ser usada em processos industriais; 1,75% está congelada na Antártica, na região do pólo Norte e em outras geleiras; 1,243% fica escondida no interior da Terra. Sobram apenas 0,007% de água boa para ser usada.

O planeta Terra possui mais água do que qualquer outra substância em sua estrutura. A camada externa da Terra é dura e rochosa e tem até 60 quilômetros de espessura. Embaixo dos oceanos essa crosta não é tão grossa, e chega a 8 quilômetros.

A água é também muito importante para a vida dos animais, pois eles dependem dela para a respiração, a digestão e a reprodução, e o mesmo acontece com o homem.

Grande parte do corpo humano é feita de água, assim como em todos os outros seres vivos: é o elemento em maior quantidade nas células e no sangue dos animais e também na seiva das plantas. Sem água, o planeta seria uma imensidão sem vida.

tags:
publicado por Lara Marques às 16:39
Pequeno Blog de Apoio Escolar,E também De Alguma Diversão
Links Patrocinados

mais sobre mim

Links Patrocinados
Links Patrocinados

subscrever feeds

Junho 2013

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
15
16
22
23
29
30

Facebook

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...